Curta sul-mato-grossense é selecionado e Premiado em Festival de SP

“De Tanto Olhar o Céu Gastei Meus Olhos”, recebeu o Prêmio Aquisição do Canal Curta| Porta Curtas no “28º Festival Internacional de Curtas Metragens De São Paulo”. O filme financiado através do  Fundo de Investimento Cultural (FIC) promovido pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, em 2016 é o resultado da parceria entre a Ponte Produções, de Recife (PE). Comandada por Dora Amorim e Thaís Vidal com a Cerrado’s Filmes, de Campo Grande (MS) do ator e diretor Filipi Silveira contando também com a distribuição internacional da prestigiada Figa Films, originou sob a direção de Nathália Tereza esta obra que foi muito bem recebida em São Paulo.

O filme que contou com profissionais de alto gabarito foi o único representante do Mato Grosso do Sul entre os 45 selecionados para a Mostra Brasil, programa que reúne o melhor da atual produção nacional, destacando neste ano temas sociais e políticos relevantes, como representação negra e indígena, direitos sociais e trabalhistas e a situação dos imigrantes no Brasil e de brasileiros que deixaram o país.

O curta que teve como locações a Feira Central e as ruas da Vila Jacy em Campo Grande que enfoca sobre a presença do funk e dos mototaxistas que compõem o cenário urbano da Capital conta a história dos irmãos Luana e Wagner, que recebem uma carta do pai após anos de abandono. Wagner acredita que o pai pode ter mudado, mas Luana não.

De MS para o Brasil

Roteirista e diretora de outros curtas e alguns premiados, Nathália é de Campo Grande. Mudou-se para o Paraná para cursar Cinema e Vídeo e, depois de formada, investiu em outras formações na área. 

Voltou-se para cá no trabalho por notar que Mato Grosso do Sul é um pedaço do Brasil ainda pouco presente no cinema nacional. E ela aposta que acertou na escolha, porque o Estado “tende a ser cada vez mais filmado, mais pensado porque é um lugar que embarca muito a complexidade de pessoas, de seus próprios lugares, da fronteira e de culturas mescladas”.

“Nathália é uma diretora muito habilidosa que possui um olhar diferenciado, acredito que os filmes dela não coloca o espectador apenas para assistir, sempre tenho a impressão que somos levados juntos com seus personagens. No seu filme anterior “A Outra Margem” também filmado em MS me sentia junto do protagonista  que em sua caminhonete andava por Campo Grande ouvindo músicas e agora neste filme me sinto um dos convidados das festas rolando funk acompanhando seus ricos personagens, quando li o roteiro da diretora não pensei duas vezes na possibilidade de trabalhar com ela e o resultado está aí, o filme foi bem recebido e premiado em São Paulo e já se prepara para “17ª Goiânia Mostra Curtas” que começa no dia 10 de agosto”, comenta o ator e diretor Filipi Silveira que é o produtor Associado do filme.

Ator e Diretor, Filipi Silveira é também um dos artistas que representam Mato Grosso do Sul, como ator tem trabalhos no Brasil no Teatro, TV e Cinema, em 2012 fundou a Cerrado’s Filmes para realizar obras audiovisuais em Mato Grosso do Sul, seu primeiro curta-metragem como diretor “O Florista”´que agora está disponível na internet participou de festivais, foi indicado ao primeiro turno do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro e recebeu ótimas críticas.

Além de ser a locação do filme, Campo Grande ganha com o potencial que a produção em cinema tem de movimentar a economia. “Contratamos parte da equipe aqui e tem toda a questão de locação, de transporte e alimentação que envolve o trabalho e acaba colaborando com isso”, destaca a produtora Thaís Vidal que juntamente com Dora Amorim produzem filmes de ótima qualidade, ano passado o Festival de Cannes exibiu trabalhos em que estiveram na produção: “Aquarius” que disputou a Palma de Ouro e  “O Delírio é a Redenção dos Aflitos” que participou da 55ª Semana da Crítica.

O Festival

O Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo chegou a sua 28ª edição. “De Tanto Olhar o Céu Gastei Meus Olhos”, dirigido por Nathalia Tereza, foi o único representante do Mato Grosso do Sul entre os 45 selecionados para a Mostra Brasil, programa que reúne o melhor da atual produção nacional, destacando neste ano temas sociais e políticos relevantes, como representação negra e indígena, direitos sociais e trabalhistas e a situação dos imigrantes no Brasil e de brasileiros que deixaram o país.

Teaser do filme: https://vimeo.com/210662553