Articulação entre SECC e Sedhast fortalece Programa Rede Solidária

Campo Grande (MS) – A Secretaria de Estado de Cultura e Cidadania (SECC) e a Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), assinaram nesta terça-feira (12), no bairro Jardim Noroeste, uma parceria que irá apoiar projetos do Programa Rede Solidária.

A ideia é levar para bairros de Campo Grande programações de geração de renda, musicalização, danças e esporte a serem desenvolvidos dentro das comemorações dos 40 anos de Mato Grosso do Sul.
Para o secretário de cultura e cidadania, Athayde Nery, a parceria pode ainda estende o território: “É um fortalecimento de um projeto já em andamento. Estamos agregando com eles o conceito de cidadania cultural, que pregamos na SECC, levando as atividades culturais, inserindo nossos artistas da terra. Queremos com isso conseguir recursos para trazer a cultura para estes bairros e até cidades e aldeias mais vulneráveis”, antecipou.

A chamada “Comitiva da Cultura e Cidadania”, encabeçada pelo Programa Rede Solidária, se somará a estruturas já existentes do Governo do Estado, como escolas estaduais, e as organizações sociais dos bairros, envolvendo toda a comunidade da região atendida.
As oficinas proporcionarão a crianças, adolescentes, jovens e adultos o acesso às diversas expressões culturais do estado, facilitando a construção de novos referenciais para valorização, desenvolvimento social e crescimento cultural da população.

“A cultura abre uma nova vertente pra desenvolvermos o Rede Solidária. Aqui trabalhamos muito o fortalecimento do vínculo familiar, mostrando para a criança e sua família que existe a possibilidade para que ela saia de uma posição de vulnerabilidade social, e com a auxílio da secretaria de cultura abrirá um leque ainda maior. Uma parceria de sucesso”, afirmou a secretária Elisa Cleia Nobre, titular da Sedhast.

´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´
Comitiva da Cultura e Cidadania

As regiões do Anhaduizinho, Bandeira, do Centro, Imbirussu, Lagoa, Prosa e Segredo, que receberão o projeto Comitiva da Cultura e Cidadania, serão atendidas conforme programação a ser divulgada pela coordenação do projeto. Cada oficina nessas regiões deverá ter a duração de 2 a 4 horas de acordo com o conteúdo a ser ministrado, preferencialmente no período matutino.

No segmento esporte, por exemplo, serão abordadas as oficinas de Capoterapia (capoeira), com instrumentos de percussão e tatame, e ainda as oficinas de jogos de mesa como xadrez, dama, e tênis de mesa, e os jogos de bocha. Na dança os espaços contemplarão as danças urbanas, danças contemporâneas e Zumba.

Alexander Onça
Fotos: Álvaro Herculano