Apoiado pelo FIC, livro aborda importância arquitetônica e cultural do Hotel Gaspar

Campo Grande (MS) – Será lançado nesta sexta (13 de abril), às 19 horas, o livro “Hotel Gaspar: Identidade e Memória no contexto do Desenvolvimento Local”, de autoria de Elaine Cristina Paganotti Rezende e Maria Augusta de Castilho. Publicado com apoio do Fundo de Investimentos Culturais do Governo do Estado, a obra não poderia ser apresentada ao público em lugar mais representativo: o próprio Hotel Gaspar.

A obra apresenta uma visão histórica e cultural do Hotel Gaspar, em Campo Grande, um empreendimento moderno para sua época. Foi fundado pela família Gaspar, considerada pioneira no ramo de hotelaria na cidade.

Construído em 1954, o hotel mantém sua estrutura original preservada. Ao longo dos anos, sua história foi tecida por uma simbiose de acontecimentos e presenciada por várias pessoas que compartilharam a ajudaram a construir a identidade do hotel na comunidade local.

Todas as iniciativas de preservação do edifício foram realizadas exclusivamente pelos familiares descendentes da família Gaspar, que reconhecem a importância do Hotel como um patrimônio histórico e cultural da cidade.

O Gaspar é um referencial para a capital sul-mato-grossense, um marco da arquitetura e testemunha do crescimento e das mudanças vividas por Campo Grande. Em frente a antiga estação ferroviária, mantém ainda hoje a mesma fachada, diversos móveis de época e um terraço com uma vista privilegiada, que alcança os bairros mais antigos da Capital e o pátio da antiga estação, hoje ponto cultural.

Serviço: O Hotel Gaspar fica na Avenida Mato Grosso, nº. 02, Centro. O lançamento do livro “Hotel Gaspar: Identidade e Memória no contexto do Desenvolvimento Local” acontece às 19 horas.