Seminário discute combate à violência contra a mulher nos municípios de fronteira

Campo Grande (MS) – Com objetivo de reduzir a violência contra a mulher nos municípios de fronteira, deu início nessa terça-feira (26.6), em Campo Grande, o seminário MS Fronteiras- Segurança Pública nas Fronteiras e Violência que Acometem às Mulheres Fronteiriças.

O governador Reinaldo Azambuja destacou que o Seminário é extremamente importante. “Os números da violência contra a mulher são estarrecedores no Brasil e no Estado. Os índices na faixa de fronteira entre o Brasil e o Paraguai, mostram a maior incidência da violência. Isso causa perplexidade. Está aí a discussão. Temos que aprofundar o assunto”, disse na abertura do evento.

A subsecretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Luciana Azambuja.

 

 

 

 

 

 

 

 

A subsecretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Luciana Azambuja, afirmou que uma das ações do Estado para combater a violência contra a mulher será levar o projeto Sala Lilás aos municípios de fronteira. “Com este entendimento levaremos a 10 municípios um atendimento especial para mulheres, adolescentes e crianças, sendo que em algumas localidades, a preferência será dada para as delegadas mulheres aprovadas no concurso da Polícia Civil”. A sala Lilás é um ambiente preparado para atender mulheres, adolescentes e crianças de forma exclusiva.

O Grupo de Trabalho denominado MS Fronteiras, tem o objetivo de fazer o mapeamento e diagnóstico dos tipos de violência que acometem as mulheres que vivem nas áreas de fronteira, visando a construção de políticas públicas para superação das desigualdades e o enfrentamento à violência, buscando o desenvolvimento econômico e social das mulheres fronteiriças.

A intenção do grupo é fazer um diagnóstico de como vivem as mulheres naquela região. “Entre os problemas recorrentes já identificados nos municípios fronteiriços está o uso de meninas como ‘mulas’ do tráfico”, explicou Luciana Azambuja.

O evento é uma realização do Governo do Estado, por meio da Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SPPM/MS), com financiamento do Governo Federal, por meio de convênio firmado com a Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres da Secretaria de Governo – Presidência da República (SPM), com participação do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul), parceria da Universidade Federal do Estado de Mato Grosso do Sul (UFM) e apoio da prefeitura de Corumbá.

Também estiveram na abertura do evento os deputados estaduais Rinaldo Modesto e Mara Caseiro; o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira; o delegado-geral da Polícia Civil, Marcelo Vargas; e o secretário-adjunto da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Ricardo Senna.

O Seminário continua nesta quarta-feira (27.6), das 8h às 13h – na sala de reuniões do hotel Deville – avenida Mato Grosso, 4.250 Carandá Bosque -, com foco na situação de enfrentamento à violência contra a mulher em Mato Grosso do Sul. Veja mais fotos.

Airton Raes – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)
Fotos: Chico Ribeiro