Colônia Paraguaia vai receber do Governo do Estado R$ 1,4 milhão para reforma da sede

Campo Grande (MS) – O governador Reinaldo Azambuja assinou convênio no valor de R$ 1,4 milhão nesta quarta-feira (27.6) para a reforma da sede da Colônia Paraguaia em Campo Grande. “A cultura paraguaia faz parte da identidade sul-mato-grossense. O convênio de hoje é uma maneira de retribuir essa integração que ajudou a formar quem nós somos”.

O secretário de Estado de Cultura e Cidadania, Athayde Nery, ressaltou que o projeto técnico foi elaborado nos últimos seis meses. O valor de R$ 1,4 milhão será repassado em seis parcelas e será utilizado para a reforma do prédio da sede na Capital. “A maior comunidade não brasileira no Estado é a paraguaia. São 80 mil paraguaios, vivendo somente em Campo Grande, e mais de 400 mil descendentes em Mato Grosso do Sul. A ajuda do Estado vai ajudar a valorizar e preservar a cultura paraguaia”, ressaltou.

O presidente da Associação, Albino Romero, agradeceu a parceria do Governo e lembrou que o espaço é aberto à sociedade e comporta até duas mil pessoas. A intenção é que após a reforma a Associação possa receber mais visitantes, inclusive, para apreciação de comidas típicas. “Vai ser um ponto turístico”, destacou.

A Associação Colônia Paraguaia é a tradicional “casa paraguaia” em Campo Grande, um local que mantém a cultura e a tradição paraguaia em Mato Grosso do Sul. O local oferece vários cursos, artesanatos, danças folclóricas entre outras atrações que marcam a tradição do país vizinho em MS.

A cultura paraguaia tem uma forte influência na região sul-mato-grossense, nos costumes e na música que toca no Estado. Localizada no bairro Pioneiros, região Sul da Capital, a entidade, que existe há 45 anos reúne os paraguaios residentes em Campo Grande.

Airton Raes – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Foto: Chico Ribeiro