Atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia cresceram mais de 1.000% em MS

Categoria: Geral | Publicado: quinta-feira, outubro 22, 2015 as 09:16 | Voltar

Campo Grande (MS) – O número de atividades que serão apresentadas na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) em Mato Grosso do Sul cresceu mais de 1.000%, se comparado ao ano anterior.

Mais municípios e instituições estão envolvidos. No ano passado, 14, dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul participaram da SNTC. Neste ano são 31. Já em relação às instituições participantes, o salto foi de seis para 207.

Apesar do crescimento exponencial, o recurso é praticamente igual ao do ano anterior. O secretário de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Athayde Nery, credita o aumento e sucesso do evento na busca do diálogo com as instituições. “Muito diálogo, a formação do fórum de ciência e tecnologia, o envolvimento e a percepção que a gente precisa unir forças. A sociedade tem uma energia que precisa ser aproveitada. O Estado precisa ser catalisador disso. E sem duvida nenhuma, o sentimento e a criatividade destes jovens estimulados vão gerar muitos resultados positivos para o cotidiano das pessoas”, afirmou.

Do MCTI, Charles Narloch confirmou que o recurso é semelhante ao de 2014 e disse acreditar que o crescimento da SNTC no Estado se deve à maior interação, maior integração e maior persistência na busca de parceiros locais. “Isso com certeza favorece que a Semana tenha maior sucesso a cada ano. Extremamente importante este trabalho que está sendo desenvolvido aqui. E a gente espera que, cada vez mais, com essas iniciativas, a percepção da ciência pelas pessoas seja mais sentida, e não apenas pelos estudantes. Os jovens têm a grande missão de garantir que o futuro seja melhor”, afirmou.

Ciência e realidade

O chefe-geral da Embrapa Gado de Corte, Cleber Soares, pontuou que a SNCT é um momento ímpar para o Brasil e para o Mato Grosso do Sul, especialmente pelo fato de que é um Estado líder em produção agropecuária. “A agropecuária brasileira é pujante. O País é um dos principais exportadores dos grandes alimentos, graças à tecnologia e inovação. Há cerca de 30 anos, o Brasil importava praticamente tudo que consumia, e hoje nós exportamos quase todos os itens alimentares, como grãos, carnes, além de derivados de grãos e de carnes. Esse incremento no agronegócio se deu graças à inovação da ciência e da tecnologia, ao trabalho das instituições, das universidades e dos institutos públicos. A SNTC vem comprovar a importância de se fazer ciência e inovação para o bem da sociedade”, frisou.

IMG_7869
A SNTC em MS

A Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei), que promove a SNTC em Mato Grosso do Sul, espera receber aproximadamente 1,5 mil alunos de escolas públicas e particulares durante o evento.

Na capital, a programação conta com palestras, minicursos e exposições, como a Expolumine e a de Microfotografias 3D de espécimes do Cerrado, além de estandes das instituições parceiras. Outras ações ocorrem em demais municípios, sendo os principais: Ponta Porã, Dourados, Naviraí, Três Lagoas e Corumbá.

Em Campo Grande, as atividades podem ser conferidas no Memorial da Cultura Apolônio de Carvalho, entre esta quarta-feira (21) e sexta-feira (23). As visitas ao espaço de exposição e atividades por grupos de alunos acontecem das 7h30 às 17h30 e podem ser agendadas com a superintendência de Ciência e Tecnologia pelos telefones 3316-9165, 3316-9164 ou por e-mail (snctms@sectei.ms.gov.br). A entrada é gratuita.

Acesse o hotsite da SNCT 2015.

Fonte: MCTI

Fotos Edemir Rodrigues

Publicado por: tmotta@fazenda.ms

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.