Entidades filantrópicas de Mato Grosso do Sul comemoram resultados do 1º Arraial do Servidor

Categoria: Geral | Publicado: segunda-feira, julho 20, 2015 as 11:27 | Voltar

Campo Grande (MS) - O 1º Arraial do Servidor Público do MS, que aconteceu no último sábado (18), na Seleta Sociedade Caritativa e Humanitária de Campo Grande, movimentou os servidores de Mato Grosso do Sul em uma grande festa da solidariedade. Onze entidades assistenciais, convidadas para a festança, foram as responsáveis pela comilança que deu um sabor especial ao arraial. Em uma confortável e ampla estrutura, as barracas disponibilizaram comidas típicas de festas julinas como pastéis, doces, milho cozido, cachorro quente, entre outras delícias.

Carla Passos foi a responsável pela barraca da Conferência Jovem Imaculado Coração de Maria que comercializou pipoca, churros e algodão doce. Junto com ela, outras oito pessoas trabalharam para mostrar um pouco do trabalho feito pela Instituição e garantir uma renda extra que pode fazer a diferença no orçamento do mês. “Tudo que for arrecadado aqui será revertido para o nosso trabalho. Fazemos evangelização, distribuímos cestas básicas para famílias necessitadas e oferecemos auxílio jurídico. Todo o trabalho é feito por voluntários”, explicou ela.

Também entre as Instituições beneficiadas está a Casa da Criança Peniel, uma casa abrigo que atende integralmente crianças e adolescentes em risco pessoal e social até serem reintegradas a sua família biológica ou adotadas. Para Joelma Lúcia Damasceno Facchini, que liderou a equipe de trabalho da Peniel, mais importante que a renda alcançada com a promoção “é estreitar laços com as outras entidades a fim de promover uma troca de experiências e estabelecer parceria com o Governo do Estado”. A Casa da Criança Peniel é uma Organização não Governamental que atua há mais de 15 anos com crianças e adolescentes, e é mantida por convênios públicos e doações da comunidade.

Outras 10 pessoas se revezaram no trabalho noite adentro na barraca da Sociedade Educacional Juliano Varela, uma escola de educação especial que atende crianças e jovens com Síndrome de Down. Quem esteve à frente de todo o trabalho foi a diretora do Instituição, Cleone Rodrigues Ferreira, que também “pôs a mão na massa”, literalmente. A barraca preparou 1.300 pastéis para serem vendidos durante a festança. “Como nós conseguimos todo os ingredientes para fazer os pastéis através de doações, esse lucro das vendas fará muita diferença no nosso orçamento”, comentou a diretora com alegria.

Foto: Jessica Barbosa

 

Publicado por: tmotta@fazenda.ms

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.