Fundect lança sete novos editais na abertura da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Categoria: Geral | Publicado: terça-feira, outubro 20, 2015 as 08:07 | Voltar

A Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (Fundect) lançará na próxima quarta-feira (21), durante a abertura da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em MS sete novos editais para fomento e valorização da pesquisa do Estado. Destaque para as premiações que envolvem pesquisadores, jornalistas e fotógrafos. O evento acontece no Teatro Aracy Balabanian, a partir das 8h30 da manhã.

São três chamadas públicas que visam valorizar as ações de Ciência, Tecnologia e Inovação em áreas distintas. O I Prêmio Fundect Pesquisador Sul-Mato-Grossense 2015 visa reconhecer e premiar pesquisadores das áreas científicas e tecnológicas que contribuem significativamente para o desenvolvimento do Estado. São quatro categorias: Pesquisador Destaque, Jovem Pesquisador, Pesquisador na Empresa e Pesquisador no Agronegócio.

A segunda edição do Prêmio Fundect de Jornalismo Científico receberá propostas até o dia 23 de novembro e começa em 2015 uma parceria com a Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e Televisão Educativa de Mato Grosso do Sul (Fertel). Em 2014, a primeira edição foi um sucesso e premiou 13 jornalistas e um fotógrafo distribuídos em seis categorias. Acesse aqui os vencedores do ano passado. A novidade é a mudança da categoria fotografia para uma premiação independente. A primeira edição do Prêmio Fundect de Fotografia quer destacar as melhores imagens com temas relevantes e contextualizados sobre CT&I, além de estimular a produção de imagens nessa temática e contribuir com a divulgação e a popularização da ciência.

Serão lançadas também as chamadas: Programa de Transferência de Tecnologia e Capacitação em Pecuária de Corte (Agroescola), Programa de Apoio à Realização de Eventos Técnico-Científicos (PAE), Programa de Apoio à Publicação Técnico-Científica (Publica) e Programa de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional (DCR).

Conheça os programas de CT&I

Agroescola

Parceria entre a Fundect, a Fundação Universidade Federal deMato Grosso do Sul (UFMS), a Embrapa Gado de Corte (CNPGC) e a Prefeitura Municipal de Campo Grande (PMCG), o Programa de Transferência de Tecnologia e Capacitação em Pecuária de Corte (Agroescola), tem como objetivo selecionar trinta candidatos para participar do curso de formação e transferência de conhecimentos e tecnologias com vistas à formação de multiplicadores de tecnologia em pecuária de corte.

Programa de Apoio à Realização de Eventos Técnico-Científicos (PAE)

Concede apoio financeiro para auxiliar e incentivar os pesquisadores mestres e/ou doutores na organização e realização de eventos técnico-científicos visando fortalecer os grupos de pesquisa e debater temas estratégicos que representem significativa contribuição científica, tecnológica, de inovação, social e cultural para o desenvolvimento do Estado de Mato Grosso do Sul. Os pesquisadores podem apresentar propostas nas modalidades regional, nacional e internacional. Fortalecer os grupos de pesquisa e consolidar as bases científico-tecnológicas capazes de alavancar setores e atividades considerados de importância estratégica para o desenvolvimento econômico e social do Estado.

Programa de Apoio à Publicação Técnico-Científica (Publica)

Tem como objetivo ampliar a socialização, divulgação e popularização do conhecimento científico produzido no Estado de Mato Grosso do Sul por meio da publicação e divulgação dos resultados das pesquisas científicas e tecnológicas, inéditas e de relevância estadual, nas modalidades livros, coletâneas, dossiês temáticos, manuais, mapas e catálogos científicos, por meio da concessão de apoio financeiro para publicação e ampliação da divulgação dos resultados originais de pesquisa e inovação tecnológica realizada por pesquisador vinculado à instituição de ensino superior e/ou pesquisa, pública ou privada, do Estado de Mato Grosso do Sul.

DCR

Em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a chamada concede bolsa de pesquisa e apoio financeiro para atrair e fixar pesquisadores doutores em instituições de ensino superior e/ou pesquisa visando dar suporte à fixação destes profissionais no estado, à nucleação e ao fortalecimento de grupos de pesquisa em áreas estratégicas que representem significativa contribuição ao desenvolvimento científico, tecnológico, social e cultural do Estado. Os pesquisadores podem apresentar propostas nas vertentes: regionalização e interiorização.

Prêmio Fotografia

O I Prêmio Fundect de Fotografia Científica – 2015 tem como objetivo fomentar a produção de imagens com a temática de Ciência, Tecnologia e Inovação, contribuir com a divulgação e a popularização da ciência e tecnologia e ampliar o banco de imagens da Fundect. Além de disseminar e popularizar a ciência em Mato Grosso do Sul e incentivar o registro de fotografias com o tema ciência.

II Prêmio Fundect de Jornalismo Científico - 2015

O prêmio destaca e valoriza a publicação de matérias de CT&I veiculadas em diferentes meios de comunicação e relacionadas a temas estratégicos em Mato Grosso do Sul. Denomina-se Jornalismo Científico a especialização da profissão jornalística nos fatos relativos à Ciência, Tecnologia e Inovação.

Prêmio Fundect Pesquisador Sul-Mato-Grossense

A Fundect irá reconhecer e premiar pesquisadores das áreas científicas e tecnológicas que contribuem significativamente para o desenvolvimento do Estado. São quatro categorias:

a) Pesquisador Destaque: Podem concorrer doutores e pós-doutores com carreira consolidada, preferencialmente, com Bolsa de Produtividade em Pesquisa (PQ) e de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora (DT) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), e que tenham, nos últimos cinco anos, contribuído, de modo extraordinário, para o desenvolvimento científico, tecnológico, inovador, social, econômico, cultural ou artístico de Mato Grosso do Sul.

Será premiado um pesquisador em cada uma das áreas do conhecimento: Ciências exatas e da terra, Ciências biológicas, Engenharias, Ciências da saúde, Ciências agrárias, Ciências sociais aplicadas, Ciências humanas, Linguística, letras e artes e Tecnologias.

b) Jovem Inovador: Podem concorrer mestres e jovens doutores apresentando os seguintes requisitos.

c) Pesquisador na Empresa e Indústria

Pesquisador na Empresa: Podem concorrer pesquisadores doutores que tenham contribuído com ações inovadoras, implementadas há pelo menos três anos, no ambiente das micro e pequenas empresas e de médio ou grande porte sul-mato-grossenses. Será premiado um pesquisador nesta categoria.

Pesquisador na Indústria: Podem concorrer pesquisadores doutores vinculados formalmente à indústria que tenham participado da gestão de parcerias com Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs) ou laboratórios de universidades sediadas no Estado do Mato Grosso do Sul, cujas atividades tenham sido desenvolvidas por meio de um projeto de pesquisa e resultando em inovação de produto e/ou processo. Será premiado um pesquisador nesta categoria.

d) Pesquisador no Agronegócio: Podem concorrer pesquisadores doutores vinculados formalmente a empresas ou fundações com foco na área de agrárias que tenham participado da gestão de parcerias com Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs) ou laboratórios de universidades sediadas no Estado do Mato Grosso do Sul, cujas atividades tenham sido desenvolvidas por meio de um projeto de pesquisa e resultando em inovação de produto e/ou processo na indústria sul-mato-grossense. Será premiado um pesquisador nesta categoria.

Publicado por: tmotta@fazenda.ms

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.