Governador recebe Letícia Sabatella em casa e fala sobre questões indígenas

Categoria: Geral | Publicado: segunda-feira, novembro 30, 2015 as 12:31 | Voltar

Campo Grande (MS) – O governador Reinaldo Azambuja recebeu na sala de sua residência, na tarde de sábado (28), a atriz Letícia Sabatella e o ator Fernando Alves Pinto para falar sobre as questões indígenas no Mato Grosso do Sul e no Brasil, tendo em vista a preocupação da atriz com relação aos conflitos e a demarcação das terras indígenas do País. Letícia e Fernando estiveram em Campo Grande para apresentar a peça Trágica.3,  que foi apresentada no fim de semana, no Teatro Aracy Balabanian.

O secretário de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Athayde Nery, um dos articuladores deste encontro, participou do diálogo acompanhado da subsecretária de Políticas Indígenas, Silvana Terena, e de outras três indígenas: uma da etnia terena, uma guarani e outra kadiwéu.

Silvana Terena entregou ao governador, a pedido de 35 caciques do Estado, uma cópia de uma carta que deve ser levada por eles à Brasília, reforçando o pedido de Reinaldo para que o Estado tenha o apoio da União ao resolver os conflitos de terras.

Letícia equilibra a profissão de atriz com seu envolvimento como ativista dos direitos humanos, buscando desse modo provocar transformações sociais com sua presença e posicionamento. “Há anos tenho voltado os olhos à questão dos conflitos que envolvem o povo indígena no País e sendo Mato Grosso do Sul um dos estados com um dos maiores índices nesta questão, senti a necessidade de procurar o governo e saber como anda a preocupação por parte dele”, revelou a atriz.

A subsecretária de Políticas Indígenas, Silvana Terena, conta que conheceu Letícia Sabatella em 2013 e que sua presença tende a fortalecer a luta das causas indígenas no Mato Grosso do Sul. “Assim que chegou na Capital ela me procurou para conversar. Contou um pouco de sua luta, disse que há anos é defensora das causas indígenas e que gostaria de ter um encontro com governador, mas não queria ir sozinha, por isso pediu nossa companhia. A presença dela foi muito importante para nós”, afirmou a líder indígena.

Também estiveram presentes a primeira-dama do Estado, Fátima Azambuja, o secretário estadual de Governo e Gestão Estratégica de Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel, e o coordenador do Centro Cultural José Octávio Guizzo, Leandro Caminha.

Fim dos conflitos agrários

O governador encaminhou à presidente Dilma Rousseff neste mês de novembro uma proposta para solucionar as disputas por terra no Estado. A solicitação pleiteada é usar parte dos recursos destinados ao pagamento da dívida com a União para a aquisição de terras indígenas, colocando um fim aos conflitos agrários que há anos se estendem há anos.

“Sugeri ao governo federal que usasse o Fepati, que é o Fundo Estadual de Terras Indígenas, com a finalidade de captar esses recursos financeiros para adquirir terras e destiná-las às comunidades indígenas. Estou de acordo com você, temos que acabar com os conflitos e é necessário que se destinem recursos para a efetiva utilização do Fepati, somando os esforços entre a União Federal e o Estado de Mato Grosso do Sul”, reforçou o governador.

O que o governador Reinaldo propõe é destinar, por prazo determinado, o aporte mensal atual do governo de R$ 80 milhões para o Fepati. Os recursos são referentes ao que o Estado repassa à União a titulo de pagamento da dívida estadual.

Para Athayde, a reunião entre governo e a atriz ativista pode ajudar ainda mais a resolver tais questões conflituosas. “É um encontro marcante entre a Letícia e o governador que há tempos tem se mostrado disposto a resolver estes problemas, buscando saídas em parceria com o governo federal”, disse o secretário.

Alexander Onça - Sectei

12291240_1652060438375849_4310629350439491369_o

12304260_1652060361709190_5646625904548872295_o

12310590_1652060621709164_4800818360063885832_n

12314653_1652060355042524_308053956320587391_o

Publicado por: tmotta@fazenda.ms

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.