Maior feira de ciências do Estado tem apoio da Fundect

Categoria: Geral | Publicado: quinta-feira, novembro 5, 2015 as 15:05 | Voltar

Lançamentos de editais de fomento à pesquisa, do novo sistema de indicadores Yacare e palestras marcaram a cerimônia

Campo Grande (MS) - A abertura da Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul (Fetec MS) contou com participação do secretário de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Athayde Nery de Freitas Junior, do diretor-presidente da Fundect, Marcelo Turine, e do diretor-presidente da Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e Televisão Educativa de Mato Grosso do Sul (Fertel), Bosco Martins, para lançamento de editais para fomento da pesquisa no Estado. A cerimônia aconteceu no auditório Padre José Scampini da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), na noite desta quarta-feira (4).

“É uma honra lançar os editais para apoiar a pesquisa em Mato Grosso do Sul. É fundamental estimular os jovens para que estes influenciem as crianças e que esse círculo virtuoso torne-se positivo para o cenário da ciência, tecnologia e inovação”, ressaltou Athayde Nery. O secretário destacou ainda que o futuro da ciência está nas mãos dos jovens que participam da feira.

Turine chamou atenção para os prêmios lançados pela fundação e que têm como objetivo valorizar as ações de CT&I desenvolvidas no Estado. “Dar destaque aos jovens talentos para mudar o mundo”, enfatizou. Para ele, a Fetec reúne os estudantes de evidência e promove o saber científico. A Fundect lançou também durante o evento o sistema Yacare, uma nova ferramenta para divulgar informações sobre os projetos de ciência, tecnologia e inovação fomentados pelo Governo do Estado. O software é uma parceria com o Laboratório de Engenharia de Software (Ledes) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Acesse aqui o vídeo de lançamento.

Um dos editais evidencia o apoio à graduação e pós-graduação na UEMS, uma parceria com a Universidade do Estado de Mato Grosso do Sul e que tem como objetivo a elevação dos níveis de ensino por meio do fortalecimento de projetos políticos-pedagógicos dos cursos, ações de extensão e intercâmbios intra e interinstitucionais, nacionais e internacionais. Laércio Alves de Carvalho, vice-reitor da instituição, assinou o acordo que lança o edital que tem valor total de investimentos de R$ 7,2 milhões. As inscrições estão abertas até o dia 18 de dezembro.

Fernanda Sato apresentou exemplos de estudantes que iniciaram a pesquisa no ensino básico e que hoje estão engajados na pesquisa científica em instituições de ensino superior e fazendo a diferença com invenções bem-sucedidas e que estão sendo implementadas, como a impressora de Braille criada pelo garoto de 13 anos, Shubham Banerjee. “A Intel acredita que a pesquisa e a tecnologia são grandes vetores de desenvolvimento social e econômico do mundo”, afirmou.

Duas palestras encerraram a noite, além da apresentação das delegações municipais que participam da Fetec 2015. Nehemias Lima Lacerda, Ph.D. em aeronáutica e consultor para inovação tecnológica de produtos e processos industriais por meio de física de fluidos, simulação computacional e spin-off aeroespacial e de defesa, falou sobre a aplicação do conhecimento acadêmico no desenvolvimento de produtos e processos industriais de forma divertida e contextualizada.

José Sergio de Almeida, doutor em engenharia mecânica pela Universidade de Loughborough, Inglaterra, e responsável pelo Laboratório de Simulação Espacial, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) desde sua implantação, apresentou a estrutura e tecnologias dos satélites desde sua construção até suas aplicações. “São realizados qualificação e testes ambientais para averiguar se os satélites estão aptos para executarem sua função”, explicou.

A Fetec MS é realizada pelo Instituto de Química da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e pelo Grupo Arandú de Tecnologias e Ensino de Ciências. Na Feira, estudantes de escolas públicas e privadas do 4º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio têm a possibilidade de demonstrarem as pesquisas que desenvolvem no ambiente escolar. O evento é patrocinado pela Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado (Fundect) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Nesta quinta e sexta-feira, os estudantes apresentam seus trabalhos para uma equipe de avaliadores. A entrega das premiações está marcada para sábado (7), a partir das 8 horas no auditório da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), em Campo Grande.

Acesse a programação completa. Outras informações podem ser obtidas no website do evento: www.fetecms.com.br.

texto Bianca Iglesias Motta

Nehemias Lima Lacerda

José Sergio de Almeida

Publicado por: tmotta@fazenda.ms

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.