Reunião no MIS discute os 150 anos da Retirada da Laguna

Categoria: Geral | Publicado: quinta-feira, dezembro 22, 2016 as 10:38 | Voltar

Campo Grande (MS) - Acontece na manhã desta quinta-feira (22), no auditório Idara Duncan, no Museu da Imagem e do Som (MIS-MS), mais uma reunião sobre as atividades alusivas aos 150 anos da Retirada da Laguna, realizada pela Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei) em parceria com o Centro de Análise e Difusão do Espaço Fronteiriço da UFMS (CADEF).

O encontro é aberto a todos os interessados que queiram colaborar com o processo de criação de atividades alusivas aos 150 anos da Retirada da Laguna, a serem realizadas em 2017. A abertura contou com a apresentação do Coral do Governo do Estado, regido pelo maestro Quirino.

Na ocasião são expostas ideias e sugestões acerca das atividades que se pretende realizar no ano de 2017 nas áreas de cultura, turismo, economia criativa, pesquisas científicas e empreendedorismo. Foi apresentado também a criação do carimbo postal sobre os 150 anos da Retirada da Laguna, pelos Correios e a carta que será direcionada ao govenador Reinaldo Azambuja.

Para o secretário da Sectei, Athayde Nery, a Retirada da Laguna deve ser eternamente lembrada. “Fiz questão de vir aqui hoje para reforçar o quanto esse acontecimento até hoje revela o que somos e até para onde vamos, e tudo deve ser guardado e lembrado para as próximas gerações vindouras. Sem dúvida nenhuma que a Retirada é um dos mais importantes acontecimentos da nossa história. Ano que vem Mato Grosso do Sul faz 40 anos e vem de encontro com os 150 da Laguna, será um ano de muita história a ser rememorada”, destacou Athayde.

O superintendente de Turismo da Sectei, Matheus Dauzacker, explica que a reunião é uma continuação de um processo iniciado em 2015 entre várias instituições, com o intuito de reforçar a importância deste episódio da Guerra da Tríplice Aliança e celebrar a paz e a união entre as nações, os povos e etnias envolvidas. “As instituições envolvidas se uniram para desenvolver uma estratégia de desenvolvimento que agregue o território de seis municípios de Mato Grosso do Sul para a implementação da Rota Cultural e Turística Retirada da Laguna, oferecendo serviços e divulgando atrativos naturais, históricos e culturais da região, além de uma série de eventos para ressaltar a importância desse episódio histórico ocorrido em território sul-mato-grossense e que merece homenagens à altura da bravura daqueles que participaram”.

Participam representantes de diversas instituições e de membros da sociedade civil interessados em se integrar à Comissão Interinstitucional formada em 2015 para colaborar e agregar na construção desse processo: Governo do Estado de Mato Grosso do Sul; Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul; Exército Brasileiro / Comando Militar do Oeste – CMO; Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS; Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul – UEMS; Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD; Instituto Federal de Educação de Mato Grosso do Sul – IFMS; Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação de Mato Grosso do Sul – SECTEI; Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul – FUNDTUR; Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul – FCMS; Instituto do Patrimônio Histórico e Cultural Nacional – IPHAN; Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul – IHGMS; Geopark Bodoquena Pantanal; Museu de Arqueologia da UFMS – MUARQ; Prefeitura de Bela Vista; Prefeitura de Nioaque; Prefeitura de Jardim; Prefeitura de Guia Lopes da Laguna; Prefeitura de Anastácio; Prefeitura de Aquidauana; Sebrae/MS; Fecomercio;  Empresa Brasileira de Correio e Telégrafos – ECT; Descendentes do Guia Lopes da Laguna; Descendentes do Coronel Pedro Rufino; Colônia Paraguaia de Campo Grande; Grupo Acaba; entre outros.

20161222_083403

Histórico

No mês de novembro de 1864, o presidente da República do Paraguai, Francisco Solano López, deu ordens para a captura do vapor brasileiro Marquês de Olinda, que navegava no rio Paraguai.

A embarcação transportava como passageiro o recém-nomeado presidente da Província de Mato Grosso, Carneiro Campos, feito prisioneiro pelas tropas paraguaias. Esse ato serviu como agravamento das hostilidades já existentes entre os dois países.

No mesmo ano, o exército paraguaio lançou ataque sobre a Província de Mato Grosso com duas colunas, uma fluvial e outra terrestre, passando a controlar parte do território mato-grossense.

Como resposta, o Império do Brasil organizou, a partir de abril de 1865, uma expedição destinada a combater as tropas paraguaias que já ocupavam vastas áreas ao oeste do território brasileiro. A coluna expedicionária palmilhou longa trilha pelo sul do imenso território sul-mato-grossense, chegando até a localidade de Laguna, no Paraguai. Durante mais de dois anos, os combatentes brasileiros sofreram muitas privações, devido principalmente ao isolamento da província, falta de víveres e doenças, que levaram a perda de um terço de seu contingente e teve seu ponto final em 11 de junho de 1867, quando em retirada, as tropas brasileiras chegaram ao Porto Canuto, à margem esquerda do rio Aquidauana.

Esse episódio da Guerra da Tríplice Aliança – chamada pelos brasileiros de Guerra do Paraguai, e pelos paraguaios de Grande Guerra – foi imortalizado pelo Visconde de Taunay, no livro “A Retirada da Laguna”.

Clique nos links abaixo e acompanhe a série de reportagens da Sectei e FCMS sobre os eventos da Retirada da Laguna:

Encenação da Retirada da Laguna em Nioaque foi sucesso de público

Sectei promove reunião sobre atividades alusivas aos 150 anos da Retirada da Laguna

Sectei realiza reunião para as atividades alusivas aos 150 anos da Retirada da Laguna

Aquidauana e Anastácio recebem congresso internacional como programação dos 150 anos da Retirada da Laguna

Sessão solene na Assembléia Legislativa marca abertura de atividades alusivas aos 150 anos da Retirada da Laguna

Sessão Solene lança atividades alusivas aos 150 Anos da Retirada da Laguna

2° reunião preparatória para as atividades alusivas aos 150 anos da Retirada da Laguna será na quinta-feira

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por: tmotta@fazenda.ms

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.