Subsecretaria lança projeto para reduzir casos de violência contra mulher em aldeias

Categoria: Geral | Publicado: terça-feira, junho 27, 2017 as 09:59 | Voltar

Nesta segunda-feira (26), lideranças indígenas e autoridades se reuniram na Aldeia Jaguapiru, em Dourados, para lançar no local o projeto “O protagonismo das Mulheres Indígenas no enfrentamento à violência doméstica e familiar”, uma ação do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Subsecretaria de Estado de Políticas Públicas para Mulheres (SPPM/MS), Polícia Civil (DAM – Dourados) e Polícia Militar (Projeto Mulher Segura).

O encontro ocorreu em conjunto com o Conselho Feminino da Capitania da Aldeia Jaguapiru e em parceria com a Subsecretaria de Políticas Públicas para População Indígena do Estado de Mato Grosso do Sul e Prefeitura Municipal de Dourados, através da Coordenadoria de Políticas para Mulheres e do Centro de Atendimento às mulheres em situação de violência “Viva Mulher”.

A demanda foi apresentada à SPPM/MS pela sra. Nilza Meirelles (presidente do Conselho Feminino da Aldeia Jaguapiru), que rompeu as barreiras do silêncio e do medo e sensibilizou a comunidade no necessário enfrentamento à violência doméstica e familiar que faz tantas vítimas entre as mulheres e meninas indígenas. Após reuniões com lideranças locais, as próprias mulheres indígenas elaboraram o tema da campanha e o texto em guarani que foi utilizado no material impresso pelo Governo do Estado.

Com o tema “Basta de violência doméstica contra mulheres indígenas! Não faz parte da nossa cultura! Temos os nossos direitos!”, a campanha foi lançada na Aldeia Jaguapiru, mas “o objetivo é que posteriormente seja estendida para todas as aldeias da etnia guarani no sul do Estado”, informou a Subsecretária Luciana Azambuja.

Como diferencial da campanha, houve parceria por parte da comunidade da Aldeia Jaguapiru, onde homens e mulheres perceberam que a violência doméstica e familiar é um fenômeno que deve ser duramente combatido com as Polícias Civil e Militar, para que seja realizado atendimento mensal na Aldeia, ouvindo os relatos das vítimas, das testemunhas e adotando as providências necessárias para a proteção das mulheres e punição dos agressores, visando a garantia de direitos e cidadania das mulheres. 

Pela manhã a população local assistiu a palestra “Enfrentamento à violência doméstica e familiar”, que ocorreu na Escola Indígena Guateka Marçal de Souza. Pouco mais tarde houve a entrega de agasalhos arrecadados pelo 2º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Dourados, distribuídos no Posto da FUNAI.

Sobre a campanha

Participam da execução das atividades, palestras educativas nas escolas e rodas de conversa com grupos de mulheres: Polícia Civil, por meio da dra Paula Ribeiro Oruê, Delegada Titular da DAM – Delegacia de Atendimento à Mulher de Dourados; da Polícia Militar, por meio da Cabo Gleice, responsável pelo Projeto Mulher Segura; e da Prefeitura Municipal, por meio da Coordenadora Municipal de Políticas para Mulheres, sra Sonia Rodrigues Pimentel, que fará a articulação com a rede municipal de enfrentamento à violência e acompanhará os encaminhamentos à rede municipal de serviços.

Fotos: Divulgação SPPM/MS

 

Publicado por: tmotta@fazenda.ms

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.